Workshop de ~c h i p t u n e~ dia 14/09 às 18h00


#1

Edit: será dia 14/09, sexta-feira, das 18h às 20h o/

Agora que saímos vitoriosos da Ludum Dare e os horários das reuniões dos projetos estão mais ou menos decididos, achei que era hora de agitar mais um workshop de música para a UGD: bora fazer uns chiptunes!!

Pra quem não sabe, chiptune/chipmusic/8-bit music trata-se de música de video game velho, ou que use sons de video game velho. Exemplo aqui.

O que será preciso:

  • Computadores que rodem o Famitracker. Roda no Linux com o Wine (eu já consegui abrir no LabX).

  • Fone de ouvido. Tenho apenas [2] para emprestar.

Não é necessário conhecimento musical, no entanto é desejável saber ler partitura, pois esse conhecimento será utilizado (quem não souber não tem problema, eu ajudo).

DOODLE PARA DECIDIR HORÁRIO!!!

Se ninguém puder/quiser, volto a abrir um doodle mais pra frente ou a gente cancela tudo hiwhueh

E aí, quem topa? Votem os horários ae =D

LINKS ÚTEIS:

Kit

https://imslp.org/ -> site com milhões de partituras em domínio público

https://woolyss.com/ -> site referência para downloads de trackers e recursos de chiptune


Temporadas 2018: Mission Report
#2

AHHHHH que daora!!!


#3

então vem


#4

Eu vooou! Nunca fiz nada de música, dá pra sair do zero e fazer algo aceitável em 2 horas? Ou vai ser mais tipo uma introdução e a gente desenvolve depois?


#5

Ia ser surpresa mas melhor eu contar os esquemas pra ninguém ter altas expectativas, vai ser assim: primeiro eu faço introdução e apresento a ferramenta que iremos utilizar (Famitracker); depois, vou apresentar duas músicas, uma clássica e uma mais pop comercial, que vocês vão escolher qual que preferem para fazer uma versão em chiptune. O plano é conseguir acabar em 2 horas sim. Espero.


#6

beep boop bzzzt!!


#7

Isso mesmo, já pegou o espírito da coisa


#8

Se você me ensinar a fazer algo assim já tem alguém pra assistir ao workshop


#9

Provavelmente isso eu não vou conseguir (também pq tecnicamente isso já não é música 8-bits xD), mas posso te dar ferramentas para tentar o/


#10

6 pessoas responderam o doodle, e o único horário e datas que todas as 6 poderiam é das 18h00 às 20h00 nos dias 31 de agosto e 14 de setembro (sextas-feiras).

Tá aceitável assim, gente?Já poderia ser dia 31?


#11

Pra mim ta topperrr dia 31 (mas pode ser 14 tambemmm)


#12

Oh, eu n tinha visto o post e acabei não votando :frowning: Se acabar sendo dia 14 gostaria de ir tb! 31 n posso mas se quem votou quiser antes mesmo, não se detenham por mim ~~

(Ou se for ser em duas partes que nem o outro eu apareço dia 14 hehe)


#13

Ah, mas todo mundo que pode dia 31 pode no dia 14 também. Acho que podemos fechar dia 14. :slight_smile:


#14

Agora temos cartaz! \o/


#15

Oi galera tudo bom :wink:

@Makiyoshi Sou aluno de composição da unesp e quero participar da aula/evento. Tem como? É possível? Como faço pra entrar e tals

GRANDE ABRAÇO!!


#16

Oi seu Bingo, pode participar sim! É só aparecer na hora e local do evento :slight_smile: é no Instituto de Matemática e Estatística da USP.


#17

https://drive.google.com/drive/folders/1yFi7GHHhKIo7N218KdiXdTq1pfnElf9J?usp=sharing


#18

Venho para compartilhar com vocês os chiptunes da galera!!! <3

E também para agradecer a todos que compareceram, foi muito divertido para mim e espero que para vocês também! O site que eu falei com as partituras de músicas clássicas (grande parte em domínio público) é o https://imslp.org/ . Além disso, eu tinha planejado dizer algumas belas palavrinhas de encorajamento só que não deu tempo, oh well, ficou pra esse post que provavelmente [quase] ninguém vai ver, hahaha.

Queria ter dito pra vocês uma coisa que um dos meus professores de composição me falou, e que eu nunca vou esquecer. Quando a gente compõe, tem duas coisas que precisamos guardar na gaveta (de preferência numa cheia de cupins): a genialidade e a originalidade. Se não a gente não faz nada nunca! Por isso não tenham medo de “profanar” a música, não tenham medo de fazer música “ruim”. Na época do Bach não existia a ideia de “gênio” e nem mesmo de autoria; copiar música dos outros era uma prática totalmente normal.

Um aspecto subversivo do chiptune é o fato de ele ir diretamente contra a obsolescência programada, resgatando tecnologias do passado e tornando-as acessíveis. E é isso que eu espero que fique pra vocês, que a música seja algo acessível! Não tenham receio de tentar e, eventualmente, falhar. Nos chiptunes, é só brincando e fuçando muuuito que saem as coisas mais legais. Espero que, tirando as inevitáveis frustrações, tenha ficado uma impressão da música como algo essencialmente divertido. :kissing_smiling_eyes:


#19

Nossa, muito muito legal mesmo!
Muito obrigado @Makiyoshi!

Pra quem aí for usar em macOS (ou Linux-based mas não quiser usar Wine) tem o MilkyTracker (guia). É um pouco mais roots que o FamiTracker em questão de usabilidade mas tá rodando super bem.

Abraços!


#20

:heart::purple_heart::orange_heart::yellow_heart::green_heart::blue_heart: